Arquivo para São Paulo - Daniele Barreto
06
outubro
2016
Doria: maior derrota petista

Bom dia. Passada a ressaca eleitoral, nada melhor do que avaliar o resultado de forma imparcial e retirar as lições de uma das eleições mais emblemáticas de nossa história. Crescimento dos partidos nanicos, massacre do PT, extensão da esquerda… quem não estiver atento ao recado das urnas, amargará o fim de partidos políticos e a expulsão do cenário público.

Nesse primeiro vídeo, como não poderíamos deixar, batemos um papo sobre a tão comentada (e comemorada por anti-petistas) vitória de João Doria como prefeito de São Paulo. Além de derrubar o candidato petista por 53%, o tucano carimbou seu nome na história do município: foi o primeiro a conseguir a façanha de se eleger no 1º turno na capital paulista.

Assista, comente e compartilhe muito:

————————————————————

Produtos que uso no vídeo:

Blusa: RiachueloBatom: Veludo Roxuva, Quem Disse, Berenice? | Pele: Base Sephora, pó compacto Vult, blush CaudalieOlhos: Rímel Maybelline, lápis preto Payot | Brinco: Algaszarra (Shopping Salvador)

————————————————————

Acompanhe os vídeos sobre Política no Youtube. Já somos mais de 1.450 amigos, juntos no Youtube, discutindo sobre política país melhor. Se una a nós!

——————————————————– 

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram | Youtube


07
outubro
2015
Documentos sigilosos do Governo de São Paulo (Quê???)

Oi, meu povo.

Maôquê??? O Governo de São Paulo declarou sigilosos documentos relacionados ao metrô, polícias e transporte público e só irá publicizar as informações daqui a não sei quantos anos.

Parece inacreditável que um gestor opte por esconder documentos de tamanha relevância! Se você não ouviu falar sobre o assunto (por que, assim como muita gente que eu conheço, está boicotando os jornais – que não deixam mais nada a dever para programas de sensacionalismo das nossas tardes) ou viu mas quer entender melhor, eu preparei esse post especial respondendo todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Pega a pipoca, senta e acompanhe comigo por que a história é longa…

  • O que Alckmin fez?

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), ganhou as manchetes dos jornais esta semana após a descoberta de que várias empresas e autarquias estaduais mantem sigilos de informações da Administração Pública. Isso ocorre mesmo a Lei de Acesso À Informação definindo a publicidade dos atos e contratos públicos. Foi descoberto que documentos do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), da Sabesp, da Polícia Militar e da secretaria de Administração Penitenciária não podem ser consultados.

  • Alckmin escondeu a história do sigilo?

Siiiiim!!! A população soube da decisão de sigilo pela mídia, e não por prestação de contas pública do Governador. Ele e sua equipe ficaram quietos, escondendo o jogo. Se não fosse a imprensa, não estaríamos sabendo dos documentos que o Governador está escondendo.

Imagem: internet / site Viomundo

Imagem: internet / site Viomundo

  • Mas a Lei prevê possibilidade de sigilo?

Sim, prevê. Existem três possibilidades oficiais:

* documento reservado – 5 anos de sigilo

* documento secreto – 10 anos de sigilo

* documento ultrassecreto – 25 anos de sigilo

A legislação sobre o acesso à informação foi criada em 2011.

Objetivo: garantir a pesquisa de documentos e dados da União, Estados e municípios. O Poder Público tem obrigação de fornecer informações solicitadas por cidadãos, cabendo exceção apenas nos casos legais. Prevendo que se deixasse a discricionariedade (possibilidade da Administração Pública decidir sobre algo de forma deliberada) muito “solta” os gestores a usariam de forma a impedir o acesso da população às informações sobre compras, contratos, licitações, então a lei assegurou o acesso. Restringindo a negativa do Poder Público para casos especiais, que envolvam:

* a segurança da população

* a segurança do estado

* a segurança da defesa do território nacional

Ou seja, a Administração Pública pode entender pela necessidade de sigilo de informações que possam prejudicar ou pôr em risco negociações internacionais, a vida da população, à saúde do povo. E quando se tratar de relacionadas à intimidade e à vida privada de pessoas, o prazo máximo pode se estender para 100 anos.

  • Quais as áreas que Alkmin quer esconder?

Só que Alkmin extrapolou os ditames legais e impôs sigilo sobre diversos assuntos. As áreas que o Governador de São Paulo quer esconder da população são:

  1. transporte público,
  2. abastecimento de água,
  3. segurança pública e
  4. administração penitenciária

A população não pode ter acesso às informações sobre obras do metrô, intervenções contra enchentes, efetivo policial e deslocamento de presos.

  • Por quando tempo ele quer esconder os documentos?

Pouquinho tempo: 100 anos. hahaha Basicamente, em algumas áreas, Alkmin quer esconder os documentos por 100 anos. Imagine! As informações só viriam a público, obviamente, após a morte do Governado (ele não vai viver 150 anos, né?) e quando ninguém mais ligado ao tema estivesse vivo para prestar contas à população e à justiça respondendo por seus atos.

A verdade é que quando um político faz esse tipo de medida, o povo se sente traído pelo Cimbinha seu gestor.

  • Transparência pública

A transparência na gestão pública deve sempre ser a regra. A legislação garante que o poder público preste informações à população. Apenas quando há razões relevantes e comprovadas, deve impor o sigilo – que deve durar apenas enquanto necessário. Mas quando Alkmin torna sigilosos documentos sobre a Sabesp, por exemplo, em plena crise hídrica, mostra que sua gestão tem muito a esconder. E se tem a esconder, há incompetência ou má administração por trás dos atos a serem colocados longe dos olhos e da fiscalização da população.

Portanto, houve má utilização da Lei de Acesso à Informação – caracterizando desvio de finalidade! Apenas se visou esconder os atos e contratos administrativos, para impedir questionamentos da imprensa sobre os assuntos ou a correta fiscalização pelo cidadão (que não pôde ter acesso à gastos, programas e planejamentos do governo de São Paulo).

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

 Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram


14
dezembro
2012
2º dia em Sampa – Curso de Marketing Político na ABCOP

 Olá, amores,

hoje é meu segundo dia em Sampa e eu vim correndo contar as novidades para vocês! [pczin]

O curso de Marketing Político Pós-Eleitoral começou cedinho. A primeira aula foi de Carlos Manhanelli – um dos maiores consultores políticos da América Latina (com muitos trabalhos no exterior) e presidente da Associação Brasileira de Consultores Políticos – ABCOP. Discutimos os temas “O que é Marketing?”, “Marketing Político”, “Propaganda Política”, “Marketing Eleitoral”, “Propaganda Eleitoral” e as leis da Simplificação, da Ampliação e Desfiguração, da Orquestração e da Transfusão. O professor enfatizou que, depois de eleito, o político deve buscar formar sua imagem nos primeiros 100 dias (isso vale para reeleição). Discutimos também a importância de criar veículos que levem a informação do político para o eleitorado – afinal, quem votou no político tem que ter argumentos para o defender! Líder é aquele que as pessoas têm argumentos para defendê-lo!!!

O político que tem cabeça de marketing é aquele que percebe que tudo que você faz é para ele!

Uma das aulas pela manhã foi sobre programas de rádio (eleitorais e para órgãos públicos), com o especialista Luiz Henrique Romagnoli. Ele fez os programas de Lula, tanto na campanha como o Café com o Presidente. Excelente aula sobre aquele que é o maior maio de comunicação do país, que penetra em todas as faixas etárias e classes sociais – em grandes e pequenas cidades! Discutimos os maiores picos de audiência, os grandes patrocínios do governo, necessidade de modificar a linguagem de acordo com o horário do programa/entrevista, o planejamento em cima do briefing do município e muito mais… Vale a pena pesquisar material sobre Romagnoli na internet! =)

O Roma é um profissional conhecidíssimo na área e que realiza trabalhos fantásticos por todo o país!

A aula que se seguiu foi ministrada por Caio Manhanelli – que sempre dá um show quando o assunto é pesquisas quantitativas e qualitativas. Caio é sociólogo e ensina a compreender e “ler” os resultados das pesquisas – importantíssimas, mas que muitos políticos menosprezam depois que ganham as eleições. Temas: “Avaliação do mandato”, “Necessidades, anseios e desejos que a população tem do executivo e do legislativo”, “Quando fazer uma qualitativa” e “Quando fazer uma quantitativa”.

Caio ressaltou que a pesquisa é fonte de acesso para ver as informações sob o olhar do outro – o que é de suma importância para os políticos, que vivem fundamentalmente da imagem que as outras pessoas têm dele! Se for feita por leigos, as perguntas podem ser erradas e até mesmo ofensivas. Existem questões sociais envolvidas e que podem incomodar. É necessário que profissionais da área a realizem e, sobretudo, interprete-a. As pesquisas são como uma bússola para o navio.

À tarde, a aula foi de legislação na área de comunicação, com a advogada Carla Manhanelli. Lei de Responsabilidade Fiscal, agências de comunicação, Lei de Acesso à Informação, Lei de Transparência foram alguns dos temas explicados e debatidos pelos presentes. Estou atenta a tudo!!!! Estava ansiosa pelas explicações porque em 2013 abro minha empresa de consultoria em comunicação e não poderia deixar de tirar as dúvidas sobre o assunto.

Quer saber mais sobre a ABCOP? Acesse a página da Associação.

Ah, e se você gosta de Marketing Político ou trabalha com política, não deixe de acompanhar as postagens dos professores no Facebook e Twitter:

 [cooo] Carlos Manhanelli: Twitter / Facebook

 [cooo] Caio Manhanelli: Twitter / Facebook

  [cooo] Carla Manhanelli: Twitter / Facebook

(leia mais…)


13
dezembro
2012
1º dia em Sampa – Jantar no Mori Sushi

Oi, amores,

agora vim dar a primeira dica gastronômica do blog. #adoro haha A partir de hoje teremos o “It Restaurantes” aqui na nossa página! Serão posts sobre os locais mais badalados para você não errar na escolha! Vamos lá?

Nosso primeiro post será sobre um restaurante que eu conheço a uns 2 anos e meio e já comemorei meu aniversário lá! rsrs Uhuuul! Em 2010! Eu sou louca por comida japonesa e o Mori Sushi em Sampa é um paraíso para que quer degustar o melhor da culinária dos nossos irmãos do outro lado do mundo!

Vale a pena “se jogar” no rodízio – que não é tão caro! =)

(foto do meu Instagram)

Especialidade: sushi flambado!!! #TheBest

(foto do meu Instagram)

O ambiente é super aconchegante. Sempre vou à noite e tem velas, iluminação especial. Vários ambientes diferentes. No andar superior você pode observar o movimento-chique da Consolação (já pertinho do cruzamento com a Oscar Freire).

Eu sempre peço uma sakerinha. hahaha Hoje tomei de lichia – fruta que eu adoro e não é tão fácil achar em Salvador!

Vamos à localização?

Rua da Consolação, 3610/3611

Jardins, São Paulo – SP

Tel.: 11.3898.2977

Gostaram, amores?

Quando forem lá, não esqueçam de me convidar! rsrs (leia mais…)