Arquivo para Eventos Políticos em Salvador - Daniele Barreto
11
novembro
2014
Agenda: Seminário “Negritude, Espaços e Educação”

Vamos ao último post de evento de hoje!!!!

Nos dias 19 e 20 de novembro acontece o Seminário “Negritude, Espaços e Educação”.

10330354_470431553097381_3051288097850871772_n

10155120_470441756429694_6905612605602010339_n

10615446_470441743096362_3197074324771586918_n

O seminário é uma contribuição para oxigenar os debates de Gênero, Raça e Educação na Universidade. Será oferecido certificado e você deve se inscrever AQUI!

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.


11
novembro
2014
Seminário “Crime e Castigo: O Sistema Prisional visto de dentro”

Olá, amigos, hoje é o dia D dos eventos aqui no blog, né? hahaha

Sempre me pedem dicas de cursos, palestras, seminários em Salvador – ligados à política e direito, claro – e hoje resolvi dar “uma geral” para selecionar alguns dos melhores seminários e palestras que acontecerão no mês de novembro. Espero que vocês gostem das dicas e aproveitem muito os eventos. ;-)

Vamos lá…

Dias 29 e 20 de novembro, acontecerá na Universidade Católica o Seminário “Crime e Castigo: o sistema prisional visto de dentro”. Marcará o lançamento do Núcleo de Pesquisa em Ciências Criminais e Prática Penal da UCSal e terá a presença de autoridades e representantes da Defensoria Pública do Estado, Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil, Patronato de Presos e Egressos, Secretaria  de Administração Penitenciária do Estado da Bahia e Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia.

007bc05b

Será fornecido certificado de participação, para participar não precisa ser aluno da faculdade e as inscrições podem ser feitas na coordenação do curso de Direito por R$ 20.

Confira a programação completa:

19/11/2014 – Quarta-feira 

Abertura do evento: 

– Mesa solene de assinatura dos termos de convênio para a criação e implantação do Núcleo de Pesquisa em Ciências Criminais e Prática Penal da Universidade Católica do Salvador, com autoridades e representantes dos órgãos e entidades conveniadas.

– Depoimento de Zé Pereira –Ex- presidiário :“Memórias do Cárcere”

Presidente da Mesa: Dr. Edson O’Dweir – Professor aposentado da UFBA e Advogado Criminal

Palestrantes: 

Dr. Almir Pereira de Jesus – Juiz da 1ª Vara de Execuções Penais

Tema: Explosão Carcerária e a LEP: Efetividade possível?

Padre José Carlos Santos Silva – Pastoral Carcerária

Tema: A Experiência da Pastoral Carcerária nas Prisões de Salvador

Dr. Daniel Nicory – Defensor Público, Professor da Faculdade Baiana de Direito

Tema: Prisão Provisória do Réu Absolvido

Drª Isabel Maria Oliveira Lima –  Juíza de Direito aposentada, Professora da Pós – Graduação da UCSAL,  Professora visitante da UFSB, Coordenador do Grupo de Pesquisa em Direitos Humanos, Direito à Saúde e Família da CNPq/ UCSAL , formada em Enfermagem e Doutora em Direito.

Tema: Entre o quadrado e o redondo: experiências entre o crime o castigo”

20/11/14 –  Quinta-feira

– Leitura de correspondências de dois detentos, autodeclarados inocentes, que relatam a vivência penitenciária.

Presidente da Mesa: Dr. Gomes Brito – Procurador de Justiça aposentado

Palestrantes: 

Dr. Everaldo Carvalho – Diretor da Penitenciária Lemos de Brito

Tema: O papel dos agentes penitenciários na efetividade da LEP: construção de um saber humanitário na prática penal

Dr. Antonio Vieira – Advogado criminalista, professor da UCSAL e integrante do Patronato de Presos e Egressos.

Tema: O papel do patronato no processo de individualização executória da pena

Dr. Marcos Mello – Membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB, Advogado criminalistae Professor da UCSAL

Tema: A Infraestrutura Carcerária: Limites e problemas

Dra. Alessandra Prado – Superintendente de Ressocialização da Secretaria de Administração Penitenciária e Professora da UCSAL

Tema: A efetividade do princípio da dignidade da pessoa humana no sistema carcerário

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.


11
novembro
2014
Agenda: debate sobre legalização das drogas

Olá, pessoal,

Hoje mais cedo coloquei post sobre a programação do Novembro Negro na UFBA, mas tem mais uma palestra bem interessante que ocorrerá este mês aqui em Salvador: Legalização das Drogas: Estamos preparados? / Cine Debate do filme: “O Sindicato: O Negócio por Trás do Barato”.

Eu não tenho opinião formada sobre o assunto, mas pendo para a não legalização (em regra argumentos que comunicam mais comigo). Mas vou procurar estudar e pesquisar mais sobre o assunto, para não fazer uma abordagem equivocada aqui. Inclusive ontem o Jô Soares comentou no programa sobre o caso da menina que passa por cerca de 200 convulsões por dia e a maconha seria a terapia para sanar seu sofrimento – na semana passada um amigo já tinha me contato esse caso. Eu desconhecia a história e não tenho, como citei, fundamentação para opinar sobre o tema.

Então, como o tema despertou ultimamente minha curiosidade, aproveito para divulgar o evento para os que desejarem se aprofundar no assunto ou ter um primeiro contato para firmar sua convicção.

Não acredito que eu consiga ir ao evento, porque tenho outra agenda nesse dia e horário, mas qualquer coisa a gente se vê por lá, beleza? (se eu for, escrevo post aqui no blog depois, contando sobre as apresentações dos especialistas)

Quinta-feira, 13 de Novembro

às 13:30h – 17h – UTC-03

Faculdade de Filosofia e Ciência Humanas – UFBA

(inscrições no local a partir das 13h)

1380009_877403455616866_1154575238983206764_n

“O GT – Psicologia e Substâncias Psicoativas juntamente com o DAPSI/UFBA promovem um cine debate sobre o filme The Union, The Business Behind Getting High com a proposta de discutir a questão: Legalização das drogas: Estamos preparados? O cine debate será realizado no Auditório do CRH na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas – UFBA e terá como debatedora convidada Luísa Saad, mestre em História Social pela UFBA e, também, Fabiano Cunha Dos Santos, como moderador do debate.”

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.


20
outubro
2014
Juristas baianos declaram apoio à reeleição de Dilma

Olá, pessoal, tudo bem?

Na última quinta-feira (16) participei do Ato de Advogados e Juristas em Apoio a Dilma, em Salvador.

Convidada pela advogada baiana Elba Braga, compareci no Restaurante Pos Tudo, no Rio Vermelho, para acompanhar o encontro dos advogados e juristas, e o ato de adesão à campanha de Dilma – movimento que vem angariando adeptos na comunidade jurídica em todo o país.

Com articulação de Luis Vinícius de Aragão Costa, advogado do Partido dos Trabalhadores (diretório estadual/BA), o evento contou com a presença de umas 120 pessoas e marcou a assinatura – por juristas baianos – do Manifesto Nacional de Apoio à reeleição de Dilma.

MANIFESTO NACIONAL DE APOIO À REELEIÇÃO DE DILMA:

O Manifesto foi elaborado inicialmente por advogados do Paraná numa ação capitaneada pelo Professor Celso Antônio Bandeira de Mello – maior advogado administrativista do país – e foi lançado no dia 08 de outubro de 2014. Juristas, professores e estudantes do Estado pioneiro se mobilizaram para mostrar que estão com Dilma no segundo turno.

Segundo os organizadores, no governo petista foram sancionadas importantes normas como a Lei de Acesso à Informação e o Marco Civil da Internet, Lei da Comissão Nacional da Verdade, Lei das Parcerias entre Administração Pública e Organizações da Sociedade Civil. Assim, não apoiar a sua continuidade (que depende da reeleição de Dilma) seria retroceder em avanços que tais profissionais consideram importantes.

Daí surgiu o engajamento e organização de um grupo de juristas que acreditam na vitória da presidente como o melhor para a classe, para avanços no ordenamento jurídico e para as instituições democráticas.

  • Leia o texto do Manifesto:

Agora é Dilma Presidenta 13! Manifesto dos Juristas

No governo Dilma foram sancionadas a Lei de Acesso à Informação e o Marco Civil da Internet, Lei da Comissão Nacional da Verdade, Lei das Parcerias entre Administração Pública e Organizações da Sociedade Civil.

Por um Brasil cada vez mais justo e igualitário; pelo meio ambiente equilibrado; por uma nação cada vez mais reconhecida internacionalmente; pela defesa da liberdade religiosa em um Estado Laico; pela liberdade de expressão e democratização da mídia; pela defesa de nossa Constituição Social, Republicana e Democrática de Direito de 1988; por uma Reforma Política que aprimore ainda mais a Democracia brasileira em construção; pela defesa dos movimentos sociais; pelas Defensorias Públicas estruturadas e autônomas; pelo fim da miséria e redução das desigualdades social e regionais; por um Estado presente na ordem social e econômica; por uma América Latina unida; por uma economia mais solidária; pela não privatização da Petrobrás, do Banco do Brasil, das Universidades Federais e demais entidades estratégicas; pela manutenção do pré-sal sob domínio brasileiro; pela manutenção da independência do Ministério Público, dos Tribunais de Contas, das CPIs e da Polícia Federal na investigação de todo e qualquer rastro de corrupção; pelo ensino público e não mercantilizado; por uma saúde pública cada vez mais universalizada; pela manutenção e ampliação das conquistas econômicas e sociais dos Governos Lula e Dilma (2003-2014); e por uma eleição sem boatos e calúnias; nós, juristas, professores universitários e estudantes de Direito, abaixo-assinados, declaramos voto à candidatura da Presidenta Dilma Rousseff 13, do Partido dos Trabalhadores (PT), neste segundo turno das eleições de 2014, para que ela continue sendo a nossa primeira mulher Presidente do Brasil!

O pessoal de Curitiba colocou um vídeo curtinho da reunião realizada por eles para mobilizar a favor do Manifesto.

Clique para dar uma olhada:

Caso você, advogado, promotor, delegado, procurador, professor ou estudante de Direito de qualquer lugar do país, queira assinar o Manifesto, clique AQUI, acesse a página oficial e faça sua adesão.

MOBILIZAÇÃO DOS JURISTAS BAIANOS:

Ato de Advogados e Juristas em Apoio a Dilma, que tive a satisfação de participar na quinta-feira, foi um desdobramento desse Manifesto Nacional e marcou o início de algumas atividades que serão realizadas na capital baiana por advogados do grupo, novos adeptos e todos que queiram participar.

Pelo que conversei com colegas no local, a decisão de apoiar a presidente Dilma e realizar atos políticos na capital baiana foi tomada em uma reunião que aconteceu dias antes (dia 14, terça-feira) no comitê de campanha do PT, na qual advogados, magistrados, procuradores, promotores, professores e estudantes da área de direito analisaram qual contribuição poderiam dar na eleição (leia sobre a reunião), fortalecendo a campanha de Dilma na Bahia.

Dessa discussão, optou-se pela realização do Ato (com assinatura do Manifesto) como primeira ação de mobilização dos juristas por Dilma, no 2°turno, na Bahia.

O jurista Edvaldo Brito, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado, e uma das referências da mobilização, destacou que a atividade jurídica sempre foi vanguardista – a exemplo do posicionamento no combate à Ditadura Militar – e que o Manifesto explicita as expectativas do meio jurídico caso Dilma permaneça no cargo.

Assim, para os juristas envolvidos na ação, assinar o manifesto é reconhecer os avanços que o país conquistou no governo do PT, especialmente em relação ao fortalecimento da Democracia e das instituições, que hoje possuem mais autonomia (como o Ministério Público e a Política Federal).

Compareceram ao evento o deputado federal Nelson Pellegrino e Edvaldo Brito, que discursaram reafirmando a importância do engajamento da classe. O advogado Luis Vinícius conduziu o encontro, motivando os presentes e apresentando os oradores.

Eu fiquei (positivamente) surpresa com a quantidade de advogados que compareceram. Realizar um evento em um local que não é pequeno e encher o restaurante com mais de 100 pessoas exigiu, com certeza, muita mobilização da coordenação. Especialmente por se tratar de uma classe que não costuma se envolver em debates políticos (e falo isso com conhecimento de causa, pois sei a tradição dos meus colegas) e que evita se expor publicamente em demonstrações de posicionamento político. Sem falar que muitos Promotores, Juízes e Desembargadores que aderiram ao movimento não compareceram ao ato por impossibilidades relacionadas ao cargo.

Também tive a gratíssima felicidade de reencontrar ex-professores meus da UEFS, como Marília Lomanto (uma mestra na trajetória de quem recebe o presente de ser seu aluno), Ponciano e Carlos Eduardo Freitas. E também pude perceber a alegria em muita gente que estava participando. É engraçado isso, né? Tem eventos políticos que se diferenciam, tem uma energia diferente… Tem uns eventos focados em problemas e em discorrer sobre como combater oponentes; nesse, vi pessoas (a imensa maioria eu não conhecia) alegres, engajadas e entusiasmadas.

Além de achar o evento organizado e bem conduzido por Luis Vinícius, aproveitei a oportunidade de conhecer melhor alguns argumentos e opiniões. Vou explicar para vocês não acharem que “Dilmei” (hahaha). Não, eu não “Dilmei”! haha Mas tive algumas surpresas.

Primeiro, porque conheci pessoas que são minhas companhias nas redes sociais e com as quais já tive embates motivados por críticas minhas ao PT. Ao contrário do que eu imaginaria (confesso!), não fui hostilizada (hahaha). Dialogamos sobre pontos de vista com muita educação, sorrisos e brincadeiras, mesmo eu deixando claro meus posicionamentos contrários. Nada daquele povo chato que fica querendo impor seus pensamentos e ideologias “goela abaixo”, por vezes estragando o momento, constrangendo e tornando-se inconveniente.

Não lembro exatamente os nomes de todas as pessoas para as quais fui apresentada (Lula e Elba me apresentaram a muita gente, petistas de militância consolidada no partido), mas os argumentos ao saber que se tratava de uma “intrusa” eram todos extremamente elucidativos e coerentes. O bate papo político com os que resolveram ficar por lá mais um tempinho entrou pela madrugada.

Mas acrescento que embora eu tenha participado do Ato, não assinei o Manifesto por falta de convicção política.

Não fui para assinar! Em momento algum imaginei isso! Além de objetivar fazer a cobertura imparcial aqui para o blog, resolvi participar por respeito e para prestigiar a organização e empenho de Luis Vinícius.

1391531_737443923000131_4417988302992959030_n1922030_737443966333460_6684255595282097559_n

10735674_848259481881203_1713483974_n

O QUE QUEREM OS JURISTAS:

Os juristas que aderiram ao Manifesto sugerem à Presidente:

  • melhoria do sistema judiciário,
  • apoio à lei anticorrupção,
  • divulgação da lei anticorrupção para que ela possa ter efetividade,
  • posição favorável à proteção dos adolescentes (maioridade penal)

PRÓXIMA ATIVIDADE EM SALVADOR:

Segundo a coordenação, o grupo decidiu que serão realizadas diversas manifestações de apoio a Dilma em frente aos Tribunais de Justiça. A primeira será amanhã (21), às 14h em frente ao Fórum Ruy Barbosa, no Campo da Pólvora, em Salvador.

REPERCUSSÃO DO “Ato de Advogados e Juristas em Apoio a Dilma” NA MÍDIA BAIANA:

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram (leia mais…)


19
outubro
2014
2º turno: Aécio faz comício no Pelourinho! #Eleições2014

Gente, bom dia!!!

Tudo bem, meus amigos? Estou devendo alguns posts da semana passada. Não foi desdém nem preguiça. rsrs É que ontem (sábado), fui obrigada a tirar o dia para descansar um pouco e fazer o satsang porque vinha num ritmo desgastante demais, dormindo 4 horas por dia (sem tempo para meditar, lavar o cabelo pra nada) e tive que dar uma paradinha. Mas louca para contar os babados acontecimentos da semana para vocês… rs

Vou postar também sobre o Ato dos Advogados em Apoio a Dilma (quinta-feira, foi massa) e o aniversário da Orquestra Neojibá (sexta-feira), mas vamos primeiro ao evento de Aécio, que bombou no Pelourinho.

Coletiva de Imprensa:

  • Aécio reclama de Dilma

A chegada de Aécio foi marcada por uma coletiva de imprensa na qual ele criticou a condução da campanha pela candidata petista. Aécio disse que acha “triste” que a busca pela “desconstrução” de candidatos seja o foco principal da campanha.

“É triste numa democracia, na maturidade da brasileira, nós vermos uma campanha que, em vez de propor o futuro para os brasileiros, busca desconstrução daqueles que ousam enfrentá-los”, disse Aécio, fazendo referência ao debate desta quinta-feira (16) entre ele a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff.

Minha opinião – Eu também acho triste, mas imparcialmente – como quem acompanha essa campanha desde os seus primeiros passos -, posso afirmar que quem levou o tom para esse lado foi o tucano. Gente, é triste que não se discuta propostas e projetos no horário eleitoral, muito menos nos debates. Mas a verdade é que seja na propaganda do candidato baiana da oposição (Paulo Souto, no 1° turno), quando na de Aécio, se priorizou bater no opositor, no lugar de apresentar um programa decente. O de Paulo Souto foi um show de exploração das denúncias da Veja, quando vimos o nível descer muito no horário político (independentemente da procedência das denúncias). No de Aécio, a começar pelo sorriso cínico e o fato dele iniciar TODAS  as frases nos debates com alguma ironia ou chacota a Dilma, percebemos também a desconstrução da candidata. Aécio bateu forte desde o início. Dilma reagiu com questionamentos tão grosseiros quanto. Ambos errados. Mas Aécio não pode, em nenhuma hipótese, reclamar do nível, porque quem puxou para esse caminho foi ele.

  • Propostas nos debates

O candidato tucano também reclamou da ausência de propostas a serem expostas ao eleitor. Olha o que disse:

“O debate, ele existe para que as propostas possam ser expostas e o eleitor possa comparar para tomar sua decisão. Eu estou pronto para debater o Brasil do futuro. Lamentavelmente, a minha adversária optou por debater o passado, focar – não sei se por uma orientação estratégica ou do seu marqueteiro – a campanha em ofensas, em denúncias, essas que vocês estão vendo nas redes”.

Minha opinião – Aécio achou – com sua coordenação de campanha – que explorar de forma agressiva a corrupção do governo de Dilma colocando-a contra a parede daria certo. Como a voz das ruas (a voz daquelas ruas que o PSDB ouve) indicava uma indignação quase violenta aos desmandos petistas, Aécio internalizou isso e desde o primeiro debate põe logo um sorriso irônico no rosto e mil pedras nas mãos. A medida em que batia forte em Marina e posteriormente em Dilma, ele via sua torcida vibrar e dava um tom ainda mais ríspido aos seus pronunciamentos. Só que não se faz campanha para militante e quem vibra com “picuinha” e agressividade é apenas militante. Com o tom puxado por ele, os debates ficaram cada vez mais grosseiros e o povo começou a reagir negativamente ao tom e à falta de propostas. Para reverter sua situação diante do eleitor que não aceitou sua postura, o candidato se apropriou agora do discurso do coitadismo (que não o cabe) e (depois que pesquisas qualitativas para consumo interno indicaram o descontentamento popular) sacou esse clichê de “queremos propostas”. Que propostas, cara pálida? Porque não as diz em seu programa, e substitui o conteúdo de denuncialismo por algo mais propositivo?

Exemplo para provar o que digo –  No debate da quinta-feira, Dilma ainda não tinha agredido Aécio. Ele disse em várias passagens que Dilma “mente”. A chamou de mentirosa diversas vezes. Dilma retrucou, como qualquer pessoa o faria:”Quem mente é o senhor”. Lá pelas considerações finais do debate, Aécio critica a campanha petista e tenta manipular o eleitor: “Não é possível que numa eleição dessa importância tenha sido perdido tanto tempo em tantas ofensas.” Mas gente, ele quem fez uso de ofensas em TODO o debate foi ele. Não é legítimo que se vitimize ao final da briga do debate.

Ele não pode reclamar do rumo que a campanha tomou porque nenhuma das suas perguntas foi sobre Reforma Política, Reforma Tributária ou temas de grande interesse nacional. Nenhum dos dois estão apresentando propostas? Ok! Mas além de ter levado a discussão para um tom irônico e sarcástico, Aécio não levanta o nível com perguntas relacionadas à propostas para o Brasil. Portanto, não pode reclamar do cenário atual de agressividade e falta de propostas.

Comício no Pelourinho

Organizado pelo prefeito ACM Neto (as más línguas dirão que Netinho obrigou convocou os funcionários da prefeitura a comparecerem no evento), o evento contou com caminhada da Praça Castro Alves até o Pelourinho. Quem chegava nas redondezas (Relógio de São Pedro, Piedade, Avenida Joana Angélica) já percebia a movimentação e se espantava com a quantidade de pessoas com praguinhas e bandeiras.

Eu não esperava tanta gente. Na Praça da Sé e em frente à Basílica, centenas de cidadãos demonstravam que aderiram ao chamado de Aécio com roupas nas cores da bandeira e muita empolgação com a possibilidade da virada eleitoral (já que Aécio pontuava mal, segundo algumas pesquisas, no primeiro turno).

Em seu discurso, Aécio novamente condenou os ataques da campanha petista contra ele (o mesmo discurso que falei acima, calculado pelos marqueteiros), afirmando:

“A minha adversária optou por discutir o passado e focar a campanha em ofensas e denúncias. É triste ver uma campanha em que se busca a desconstrução daqueles que ousem disputar com eles. Só que eu não me abato com isso. A cada mentira contada por eles, direi 10 verdades”.

E não para de falar em Dilma, né? É o discurso que tenta capitalizar para ele a insatisfação popular com os debates e com o tom horário eleitoral.

Aécio também recebeu apoios importantes como o da ex-Corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Eliana Calmon – que só não era vista com clareza em cima do trio porque espaçosos colaboradores menos relevantes só faltaram se acotovelar para aparecer ao público presente.

Aécio convocou os eleitores a se engajarem na reta final de campanha e realizou um discurso voltado ao Nordeste, colocando a região como a prioridade máxima de seu programa de governo. Falou na necessidade de investimentos de infraestrutura e na diminuição da taxa de crimes violentos, principalmente os homicídios. Mas nada disso vem sendo explicado nos seus programas eleitorais, nem explicitado como conseguirá.

O discurso de Aécio foi breve, na medida, e entrecortado com gritos dos manifestantes que pediam “Fora PT” e chamavam seu nome em coro.

Situação de ACM Neto

Eu fiquei surpresa com a quantidade de pessoas e com o engajamento dos presentes, com a participação e a vontade de mudar o cenário político que invadiu as ruas do Pelourinho.

Mas vale lembrar que a manifestação, embora extremamente significativa, não expressa um sentimento mudancista nem gabarita ACM Neto como líder-máximo das eleições e grande transferidor de votos (como alguns militantes e políticos da oposição fazem crer comemorando o sucesso do evento promovido por Neto). A verdade é que Neto fracassou nas urnas nessas eleições, não dando ao seu candidato ao Governo a votação que esperava (e bradava aos ventos), nem elegendo com quantidade de votos que desejava seus candidatos a deputado preferenciais. Sem falar que o resultado, para Neto, em Salvador foi pífio, diante da quantidade de propagandas institucionais da prefeitura que inundaram nossa TV dia após dia durante as eleições, e o número avançado de obras que ele deu início e perpetuou em locais estratégicos da cidade durante esse período.

Após a abertura das urnas, vamos ver se 3 semanas foram suficientes para Neto melhorar seu desempenho. O evento foi fantástico, mas não exime o fracasso do grupo político no dia 05 de outubro e ainda é cedo para comemorar qualquer virada (que, inclusive, na minha opinião, não virá – mesmo tendo sido um evento significativo).

VAMOS ÀS FOTOS:

10451699_736866626391194_3985078436538415408_n10462616_736867499724440_478179373805397286_n10622865_300083193521014_480650483554694290_n10731032_736865886391268_1571603889871547401_n10703632_736867213057802_5187737709755684217_n10553385_736866493057874_3330292377801951221_n10480212_736876359723554_1330093000007080156_n10393933_736876553056868_5972141293012366409_n10356159_736876419723548_8747300258661357945_n10336714_736866199724570_7100433061125176248_n10291114_736866273057896_1926956242291080911_n1560479_736867599724430_5158835518685340132_n1011205_736867443057779_8550733644922294104_n

(única foto cujo crédito não é do blog é a terceira, de cima do trio, que foi encontrada no Facebook de Paulo Souto)

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram (leia mais…)


30
setembro
2014
Cobertura do debate entre os candidatos ao Governo, na TV Record/Bahia

Olá, pessoal,

No post anterior coloquei um vídeo que fiz dos bastidores do debate entre os candidatos ao Governo da Bahia, promovido pela TV Record. Para o post não IMENSO hahaha resolvi colocar as fotos em outra postagem separadamente. Assim fica mais dinâmico.

Cheguei à emissora Às 7h40 e acompanhei a chegada de todos os candidatos (lembrando que tem vídeo no post anterior com as declarações dos candidatos ao chegar na TV), a preparação do estúdio e os embates.

VEJA AS FOTOS DO DEBATE:

DSC06276

DSC06278

DSC06300

DSC06301

DSC06303

DSC06308

DSC06312

DSC06319

DSC06321

DSC06325

DSC06330

DSC06333

DSC06334

DSC06335

DSC06342

DSC06352

DSC06340

E aí, amores, gostaram das fotos dos bastidores do debate?

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.


17
setembro
2014
Lançamento do livro de charges do Borega

Oi, gente!

Amamos política e amamos humor; sendo assim, não poderia passar batido a quantidade de charges políticas que sempre tornam nossos dias de leitura intensa em sites e jornais mais agradáveis. Eu, que acredito no humor político como forma de transmitir informação de qualidade, vejo as charges com esse temática como uma excelente ferramenta para popularizar personagens do nosso dia-a-dia político e levar conhecimento a mais pessoas.

Sempre acompanho as charges do Borega, embora não o conheça pessoalmente. E ontem à noite tive a grata notícia de que serão suas imagens transformadas em livro e o lançamento tem data: a próxima segunda-feira. A obra é “Eleições 2014: A Aventura Está no Ar”. Nela, o cartunista trás 27 episódios retratando a pré-campanha das eleições 2014 na Bahia.

Eu vou! Vou comprar meu exemplar! Vou pedir autógrafo! E vou contar tudo aqui no blog para vocês! rsrs

SE PROGRAMEM:

10713005_711689428916626_3925293976704814996_n
Serviço
O QUÊ: Lançamento da coletânea de charges do Borega “Eleições 2014: A Aventura está no ar”
QUANDO: 22 de setembro, às 19h
ONDE: Livraria Saraiva do Salvador Shopping
QUANTO: Entrada gratuita

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política e Direito Eleitoral:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.


02
setembro
2014
O que rolou… na visita de Dilma e Rui Costa no Pelô

Olá, genteee!!!

Bom dia!

Como comentei aqui no blog, teremos, durante o período eleitoral, a cobertura de eventos políticos dos principais candidatos da Bahia. Sou tão legal com vocês que vou me submeter a aguentar o chorume de dezenas de discursos só para mantê-los bem informados. Obrigado, De nada! hahahahaha

Mas na sexta-feira passada participei de um evento sem querer… hahaha Foi assim…

Tô eu em casa, final de tarde, acamada, com dor de cabeça e gripe… me lembrei que tinha marcado de ir numa loja ver umas capas para almofadas no Pelourinho às 18h. Como não tinha o telefone do cara nem da loja, levantei da cama PÉSSIMA, peguei o carro e atravessei a cidade para não dar um bolo no rapaz – que ia lá na loja levar as capas de almofada só porque eu pedi.

Eis que ao me aproximar do Pelourinho vejo viaturas, policiamento, não me deixaram estacionar onde sempre coloco o carro… enfim, vi que algo de estranho acontecia por lá. Estacionei longe… Segui a pé, mesmo faltando ar. Vi centenas de pessoas de vermelho na Praça da Basílica, pensei logo: “hum, isso é bem evento do PT”. A medida em que me aproximava, confirmava, porque via as praguinhas, bandeiras e cartazes. Pensei: “e é coisa grande”.

Ao chegar na esquina da rua da tal almofada, vi de longe uma aglomeração NA MESMA RUA com faixas, bandeiras etc. Fui na loja rapidamente já doida pra ir correndo ver de perto a resenha… hahahahaha Achando que era evento de algum deputado, sei lá…

Parti pro furdunço e ao me aproximar vi que uns caras do Olodum tocavam no meio da galera, e uma multidão de petistas com blusas e bandeiras se espalhava pelas ruas nas proximidades. Tinha um povo sambando. Eu não estava nem aí pros petistas, mas como sou louca pelo Olodum, sai me apertando, empurrando, me espremendo até chegar ao ponto em que entre eu e os percussionistas só existia a linha dos segurança. E fiquei lá, curtindo o Olodum, me sacudindo, piorando da gripe, tirando foto, vendo o povo balançar as bandeiras petistas. 

Quando finalmente estava bem pertinho do Olodum, pensei em perguntar do que se tratava… mas nem deu tempo… em menos de um minuto, esse povo todo começou a gritar eufórico, gente correr, me apertar e todo mundo olhando para cima. (até então eu nem tinha percebido que estávamos na frente de um prédio todo iluminado, fiquei tão louca só vidrada no Olodum e tentando chegar perto que nem prestei atenção em nada…)

Em segundos olhei pra cima também, para ver por que esse povo tanto gritava, e eis que numa janela E-XA-TA-MEN-TE em cima de minha cabeça aparece, acenando e sorrindo, ninguém mais ninguém menos do que a soberana da nação: DILMA. hahahaha

Eu olhei para o segurança que estava na minha frente e falei: “DILMA???????” Ele riu e disse: “É”. Só então vi os broches da Presidência da República nos seguranças que estavam perto de mim. Pensei: “Como assim Dilma, minha gente?”. hahaha Comecei a rir sozinha… hahahaha

A gente sai pra comprar uma capa de almofada e encontra a presidente, né? hahahahaha

Só que aí vi o problema no qual eu tinha me metido: quando me aproximei do Olodum, a multidão estava dispersa, o local folgado, estava todo mundo espalhado pela rua. Agora, com Dilma na janela em cima de minha cabeça, eu do lado da porta por onde ela desceria, fiquei no maior aperto do mundo. Bem no meio do mafuá. Foi tanto empurrão, bandeirada na cabeça, aperto nas costelas (da grade de segurança), e sem a menor condição de sair do local onde eu tinha ido parar… 

Duas meninas que estavam do meu lado perguntaram o que estava acontecendo. E me disseram que só se aproximaram para ver o Olodum. Eu falei: “Minha filha, é Dilma na janela”. hahaha Elas começaram a rir e uma falou: “filma, filma”. (são de Natal)

Depois Dilma desceu, ficou do nosso lado, “tocou” tamborim. hahahaha Juro! hahahhaha Dançou. Fez de um tudo… hahaha Só fui embora quando acabou o evento porque eu não ia perder minha viagem, né? Já estava lá mesmo…

Pra vocês verem que com esse povo solto por aí fazendo campanha, a gente nunca sabe o que pode acontecer… hahaha (ah, a quem interessar possa: não comprei as capas para almofadas)

Aproveitei que estive lá e fui fuçar na internet matérias e posts nas redes sociais dos candidatos que estavam presente no evento para contar tudo para vocês.

Vamos lá!!!

(veja essa foto no Facebook e interaja conosco)

Que evento?

Na sexta-feira passada (29) Dilma veio para Salvador participar de evento junto com os candidatos da coligação capitaneada por Rui Costa, no Pelourinho.

O que teve por lá?

 Caminharam da Casa de Jorge Amado até a IgrejaRosário dos Pretos, seguindo para a Casa do OlodumA presidente aproveitou para gravar imagens para seu programa eleitoral. Jaques Wagner acompanhou a caminhada. Na Casa do Olodum, Dilma participou de homenagem à memória dos heróis da Revolta dos Búzios. Segundo Rui Costa, Dilma é a presidente que mais investiu na Bahia e o povo a retribuirá com mais de 3 milhões de votos. O candidato reafirmou sua proposta de reabilitar o Centro Antigo de salvador e propôs um Centro de Referência da Cultura Baiana.

Cadê as fotos?

Minha fotos não ficaram incríveis, mas tem algumas super profissionais na página do Facebook de Rui Costa.

Acompanhe a cobertura de eventos das Eleições 2014 e debata política conosco nas redes sociais:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Um beijo.


26
agosto
2014
O que rolou… na inauguração do comitê feminino de Paulo Souto

Olá, genteee!!!

Bom dia!

E lá vamos nós para mais uma novidade no blog: a partir de hoje, durante todo o período eleitoral, teremos cobertura de eventos políticos dos principais candidatos da Bahia. Você não vai perder, né? Sou tão legal com vocês que vou me submeter a aguentar o chorume de dezenas de discursos só para mantê-los bem informados. Obrigado, De nada! hahahahaha

Que evento?

Ontem às 18h30 ocorreu a inauguração do comitê feminino do candidato Paulo Souto e cia. O evento aconteceria inicialmente no dia do falecimento do candidato a presidência da República Eduardo Campos e foi suspenso em razão do ocorrido. O comitê feminino fica no mesmo local do comitê central, mas numa ala super estilosa e aconchegante.

O que teve por lá?

Estavam presentes no evento os candidatos a governador Paulo Souto, Senador Geddel e o vice Joaci Góes, com as respectivas esposas. O prefeito ACM Neto foi o primeiro a discursar e, na ausência de uma primeira dama paquerou geral, apresentou, como de costume, a “primeira mãe”, que marcou presença discretamente.

No discurso, Neto falou do avô e suas características, comparando-o – por ironia do destino (ou por ironia dos acordos e conchavos políticos mesmo) – a Geddel, que pleiteia cargo no Senado, que um dia ACM ocupou. Geddel citou o recente caso de agressão à mulher que ocorreu em São Paulo como exemplo da importância do combate a esse crime, ressaltando a necessidade de uma legislação mais rigorosa. Souto discursou citando programas que implementará na área (vai ter post no blog sobre os projetos dos candidatos, aguardem).

Cerca de 200 mulheres compareceram ao evento, que foi organizado por militantes políticas e parentes dos candidatos, dentre elas minha amiga Roberta Pires (da qual sou fã incondicional longe ou perto). As esposas dos componentes da chapa majoritária discursaram empolgando as presentes.

Cadê as fotos?

Na foto abaixo, os candidatos se remexendo ao som do forró que embala o jingle de Paulo Souto. Da série: olha o que políticos em campanha se submetem. Com discursos breves e focando no engajamento das presentes, a maioria delas formadoras de opinião e multiplicadoras, a coligação conseguiu realizar um evento motivador e belo. Foi distribuído folheto de engajamento na campanha. Como o local estava lotado, não consegui tirar mais fotos dos painéis e comitê feminino, mas vou fazer uma visita ainda nessa semana para mostrar tudo com mais detalhes para vocês, ok?

Me encontre nas redes sociais para conversarmos sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Um beijo.