Arquivo para corrupção no Brasil - Daniele Barreto
10
outubro
2013
Recordação: Participação no Programa Tribuna Independente (Rede Vida)

Olá, genteee, hoje vai rolar “momento recordação” aqui no blog! hahahaha Eu estava olhando umas fotos de 2011 e resolvi fazer esse post sobre o programa Tribuna Independente que participei no dia 09 de junho de 2011, na REDEVIDA de Televisão, sobre o livro da conceituada biógrafa Regina Echeverria: “Sarney, a Biografia”.

O convite para participar do programa como Consultora Política – debatendo o tema com a escritora do livro e o editor – partiu do prof. Dr. Humberto Dantas, com o qual fiz cursos de iniciação política, marketing político, partidos políticos em São Paulo (na Fundação Mário Covas, na Fundação Konrad Adenauer – ele também leciona na USP e na Escola de Sociologia e Política). Mas esse estudo sobre a biografia de Sarney começou com o curso “Jornalismo Cultural” que fiz na Cásper Líbero, sob a orientação do queridíssimo Daniel Piza (in memorian), na época Diretor Executivo do Jornal Estadão. Para avaliação de final de curso, deveríamos escrever uma resenha sobre alguma obra, livro, espetáculo, filme, CD, DVD… algo ligado à cultura! Como não me dou e sempreeee tenho que falar de política, resolvi escrever sobre o livro da Regina (recém lançado na época).

No texto, defendi a biografia de Sarney como sendo uma possibilidade histórica de obtermos a versão “dele” (não é auto-biografia, mas é biografia autorizada) sobre os fatos mais importantes da nossa história republicana. E todo direito ele tem de expressar suas versões e toda obrigação nós – que gostamos ou trabalhamos com a política – temos de ler e entender um pouco mais do que se passa na mente do maior personagem vivo da nossa história (sim, maior, porque a ele se renderam TODOS os presidentes desde o seu ingresso na política). Após conhecer meu estudo sobre a biografia do maranhense, o professor Humberto Dantas me indicou para participar do programa!

O livro foi publicado pela Editora Leya. LeYa | Mediabooks // Leya Brasil // LEYA – BIS. O âncora do programa foi o Paulo Shimizu Júnior.

Vamos lembrar do programa com algumas fotos?

Clique em “Leia mais” e veja mais fotos do programa. (leia mais…)


26
julho
2013
Série de entrevistas é destaque no Jornal Diário Bahia

Obaaa, além da coluna “Política à Flor da Pele”, temos mais post hoje.

Venho dividir com vocês uma alegria: olha quem está no Jornal Diário Bahia: eu! rs Na coluna social da jornalista, publicitária, apresentadora de TV e MINHA AMIGA Manuela Berbert. Uma honra!!! O jornal Diário Bahia circula em Itabuna, Ilhéus e região; e pode ser lido no site DIÁRIO BAHIA.

Você pode acompanhar o trabalho de Manuela no Perfil e FanPage do Facebook, Twitter e Instagram (@manuelaberbert). Aos amigos da região de Itabuna e Ilhéus, indico que assistam sempre o programa Bem Pensado, na TVI, canal 3 ou pela internet às 14h (www.tvitabuna.com.br).

Leia texto na íntegra:

A consultora política Daniele Barreto estreia uma série de entrevistas com os maiores nomes da política nacional em seu blog (www.danielebarreto.com.br) que vem se destacando pela abordagem leve de temas espinhosos da política nacional atraindo leitores de diversas faixas etárias pela interatividade com o aporte nas redes sociais. Natural de Alagoinhas-Ba, Dani é advogada e pós graduada em Direito do Estado, tem especialização em Marketing Político Eleitoral. E reside em Salvador. Jogue duro, Dani.

Comente no Facebook!

Agradeço a Manu de coração pela divulgação da série e pelo carinho!!!! (leia mais…)


21
julho
2013
TCU: malandro é malandro e mané é mané

Uma historinha pra aprendermos um pouco mais de “política no Brasil” nessa tarde ensolarada de domingo…

Era uma vez um senhor chamado Raimundo Carreiro (o tiozinho da foto aí embaixo). Ele era Secretário geral do Senado, quando em março de 2007 apresentou uma identidade na qual constava que ele nasceu em 1946 e tinha 60 anos, podendo aposentar-se pela Casa. A aposentadoria se deu com salário integral – a remuneração bruta alcança hoje R$ 44 mil (sim, senhores, eu não repeti o “4” equivocadamente nãoooo… são R$ 44 mil mesmooo).

Em seguida ele foi nomeado Ministro do Tribunal de Contas da União – para quem não sabe, o TCU é aquele lugar para onde vão os políticos de grande projeção nacional depois que morrem, ops, depois que “deixam de exercer cargos eletivos” (em regra, por terem perdido eleições e terem sido expulsos da vida pública pelo povo) e para onde vão todas aquelas pessoas que ao longo de suas vidas de TUDO fizeram para prestar “grandissíssimos” favores a “grandissíssimos” picaret… ops, a políticos. O cargo de Ministro do TCU é para sempre, o cara só sai do cargo com a aposentadoria compulsória aos 70, independente de quantos anos passar lá dentro… Diz a lenda que o TCU é um lugar cheio de “malaca” (mas eu discordo do lendário popular – escrevi que discordo só pra não ser processada)! (leia mais…)