» Impeachment: Deputados instalam a comissão hoje - Daniele Barreto
07
dezembro
2015
Impeachment: Deputados instalam a comissão hoje

Oi, pessoal!

Bom dia! Sei, sei, são 5h da manhã de uma véspera de feriado e eu deveria estar dormindo mais um pouco, né? hahaha Sonho! Mas a política está pegando fogo e hoje mais passos importantes serão dados em Brasília visando o processamento e impeachment da Presidente Dilma, então, eu mal deitei para pesquisar tudo, analisar os assuntos do ponto de vista jurídico e político, e contar tudo para vocês aqui no blog, ok? Estão vendo como sou boazinha? hehehe

DSC09653

Então, a partir de hoje você encontra minha opinião sobre os temas que envolvem o impeachment, além de lista das notícias mais relevantes veiculadas na mídia. Agora temos esse compromisso: e você pode acessar o blog várias vezes ao dia, para sempre ler as novidades da política em primeira mão e ter conhecimento de conteúdo imparcial e diversificado.

Mas vamos lá…

A Câmara dos Deputados tem uma sessão extraordinária marcada para hoje para eleger a comissão especial que analisará o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.  O processo de impeachment foi deflagrado na quarta-feira da semana passada, num ato de vingança de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, contra sua inimiga Dilma e o PT – partido com o qual trava guerra e é desafeto recente – já tendo, outrora, conciliado e obtido muitas vantagens (cargos, ministérios, contratos etc – tudo aquilo que seu partido gosta e sempre gozou nos governos petistas).

Eu trouxe algumas informações técnicas sobre essa comissão que se formará hoje, para que a gente possa entender melhor como o processo funcionará. Segue…

Quando será a reunião para instalação da comissão:

  • a reunião de instalação está marcada para 18h desta segunda-feira (7) no plenário da Câmara dos Deputados

A comissão do impeachment será composta por:

  • 65 integrantes titulares
  • e igual número de suplentes

Os nomes dos deputados federais integrantes da comissão serão indicados:

  • pelos partidos políticos

O critério para sabermos quantos integrantes da comissão cada partido político indicará é:

  • tamanho das bancadas (critério de representatividade) – ou seja, quanto mais deputados federais o partido tiver na Câmara dos Deputados, mais nomes poderá indicar para o colegiado.

Haverão reuniões preliminares para os partidos políticos decidirem os nomes que irão indicar:

  • os partidos da base aliada e da oposição têm até as 14h para definir os parlamentares que integrarão a comissão especial. portanto, essa manhã de segunda-feira será de reuniões dos parlamentares dos partidos para decidir os nomes

Quantidade de indicados de alguns dos maiores partidos políticos:

  • PT tem direito a oito assentos e ao mesmo número de suplentes; confirmou que o líder do partido na Câmara, Sibá Machado (AC), será um dos indicados para compor a comissão
  • PMDB também tem 8 assentos; o partido não vai divulgar nenhum nome antes de fechar a lista completa
  • PSDB – 6 vagas na comissão
  • DEM – 2 assentos
  • PRB – 2 vagas
  • SD – tem 2 vagas
  • PSC – 2 vagas
  • PDT – duas vagas
  • PROS – duas vagas
  • PP – 4 vagas
  • PSD – 4 vagas
  • PR – 4 vagas
  • PSD – 4 vagas
  • PTB – três vagas
  • As bancadas do PHS, PTN, PMN, PEN, PCdoB, PPS, PV, SOL, PTC, PTdoB, Rede e PMD, terão, cada uma, um representante na comissão.

Hoje a comissão será formada, e amanhã, terça-feira, haverá a eleição do presidente e do relator da comissão.

Funções da comissão:

Caberá à comissão:

  • proferir parecer pela continuidade ou não do processo, que depois precisará ser votado em plenário.
Após a instalação da comissão, Dilma será notificada e começará a contar o prazo de dez sessões da Câmara para que a presidente se defenda.
—————————————————————————————-
Assim que a comissão for definida, você encontra aqui no blog vídeo falando sobre cada um dos escolhidos pelos partidos e seu histórico político (vou falar dos escândalos também, tá?) para a gente ter ideia de em que mãos estão os procedimentos referentes ao impeachment da presidente – um acontecimento que abala a economia do país, mitiga a credibilidade internacional e, caso se consolide, ocasionará anos de recessão para nos recuperarmos.
—————————————————————————————–

Me encontre nas redes sociais para conversarmos sobre os acontecimentos políticos do país diariamente:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram