» Sob a luz de Eduardo Cunha - Daniele Barreto
03
dezembro
2015
Sob a luz de Eduardo Cunha

Boa noite, pessoal!

“A Câmara é a única que está verde e amarelo em Brasília.”

Se a política é feita de simbologias (e é!), Eduardo Cunha hoje criou uma, num momento nevrálgico da nossa história, mandando um recado luminoso para a população: somente a Câmara dos Deputados veste a bandeira do Brasil, somente a Câmara dos Deputados coaduna com os interesses do povo (divergindo da cor vermelha, símbolo petista).

Como toda simbologia, a criada pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha diz muito. Como toda simbologia, esconde muito mais do que diz!

Vale lembrar que o prédio do Congresso Nacional, assim como os demais edifícios da Esplanada (ministérios e Palácio do Planalto), estava com iluminação vermelha nessa quinta-feira, em referência à luta contra a AIDS. Eduardo Cunha – que acha que a Câmara dos Deputados é a casa dele e que lá tudo pode fazer – simplesmente mandou apagar a luz e, sem nenhum motivo aparente, mandou ligar holofotes verde e amarelo. Assim, como sempre faz, dá um golpe de mestre e manda à população um recado claro e direto – mas de conteúdo equivocado.

Com os demais prédios ao redor da Câmara iluminados de vermelho, a citada destaca-se na cor da bandeira. Simbolicamente, os demais encontram-se contaminados e voltados ao vermelho petista, diferentemente da Câmara dos Deputados.

congresso_cores

Foto: G1

A ação de Eduardo Cunha se dá um dia após deflagrar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Me encontre nas redes sociais para conversarmos sobre os acontecimentos políticos do país diariamente:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram