» Comentário político de ontem na rádio 93 FM
06
novembro
2014
Comentário político de ontem na rádio 93 FM

Olá, gente,

Ontem à noite fiz comentário político na rádio 93 FM (agreste e litoral norte da Bahia, Recôncavo, Salvador, Aracaju), programa Opinião, leia a transcrição:

Boa noite, Claudio Pinto, Marcone e Marcelo Oliveira.

Boa noite, ouvintes do programa Opinião.

Após a vitória de Dilma nas urnas, o PT se consolida como o partido mais longevo no poder, como o partido político que mais tempo ocupou o principal posto do país, o de Presidente da República.

Mas embora tenha pairado por 12 anos sem grandes ameaças, a dificuldade na recente eleição mostrou que essa hegemonia está sendo abalada. Aquele PT que varre a corrupção para debaixo do tapete e que mesmo durante o Mensalão não se viu colocado contra a parede pelo povo, agora teme levantes populares que expressam a indignação de uma parcela significativa da sociedade. Essa perpetuação no poder, portanto, parece abalada com uma vitória apertada sobre o candidato Aécio Neves e com uma explosão de críticas à gestão de Dilma nas redes sociais e em manifestações por todo o país.

O PT achava que Dilma pairaria soberana durante a campanha, e os anões (Aécio e Eduardo Campos, depois substituído por Marina) iriam se digladiar. Esse era o pensamento da cúpula do partido nacionalmente. Só que as previsões de Lula e sua trupe estava equivocadas e as figuras que nos bastidores eles chamavam de “anões” deram muito trabalho para o PT.

Após a vitória apertada, o povo percebeu que pode mais com seu voto e que o exercício da cidadania depende muito mais de uma escolha do que esperar a mobilização de partidos políticos e líderes. Nesse momento em que o país sofre pela ausência de grandes lideranças, o povo brasileiro vai às ruas e grita por mudanças como impeachment da presidente, divisão do país, auditoria nas urnas, intervenção constitucional. Por óbvio que boa parte dessas reivindicações são utopias fora da realidade jurídica e fática da nossa Democracia, mas mostra um maior engajamento popular, assim como mostra também um despreparo de algumas pessoas em dialogar sobre política.

Do lado da Presidente, vemos grupos de articulando para emplacar o Decreto Bolivariano, Plebiscito da Reforma Política e a mitigação da liberdade de imprensa. Imprensa essa responsável por grande parte dos problemas de popularidade que o PT e Dilma vêm enfrentando.

Esteja de que lado estiver nessa batalha que parece só estar começando, caberá a você ouvinte, a cada um de nós, conduzir a forma como queremos exercer nossa cidadania. Seja defendendo pautas do governo petista ou lutando por mudanças na conjuntura política do país, o mais surpreendente nas últimas semanas foi ver o povo brasileiro se mobilizar pela sua causa, pelos seus ideias e pelo que defende. E é necessário que essa chama não se apague porque só assim a Democracia avançará.

Daniele Barreto para o programa Opinião.

Aguardo vocês nas redes sociais!!!

Me encontre nas redes sociais para conversarmos mais sobre política:

 Facebook | FanPage | Twitter | Instagram

Beijo.