» Pela Bahia... Saiba mais sobre o parque de energia eólica da Bahia - Daniele Barreto
01
junho
2014
Pela Bahia… Saiba mais sobre o parque de energia eólica da Bahia

Oi, gente,

Ainda sobre a viagem a Guanambi, vamos ao post-polêmico de hoje: energia eólica. rs A Bahia tem o maior parque eólico sem funcionar da América Latina que serve, rigorosamente, para o governo se gabar na propaganda política-eleitoral do PT NADA! É A MAIOR VERGONHA NACIONAL.

Inauguração:

O parque eólico de Caetité foi inaugurado em julho de 2012 e até hoje não gerou ABSOLUTAMENTE NADA em energia porque a CHESF irresponsável e desdenhosamente não construiu a rede de transmissão (parte que ficou sob a responsabilidade do governo construir).

Investimento inicial:

O parque recebeu investimentos de R$ 1,2 bilhão do Grupo Renova Energia. É um valor que deveria ser compensado pois o parque está com a sua energia negociada para a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica  no Leilão de Reserva de Energia. Só que sem a construção das linhas de transmissão, o investimento foi em vão e o povo continua a esperar uma energia que, pelo visto, jamais vai chegar às casas.

Capacidade:

O parque possui capacidade instalada de 293,6MW, com 184 aerogeradores de 1,6MW e cada parque gera até 30MW. O Complexo Eólico Alto Sertão I, com 14 parques, pavimentado 68 KM de vias de acesso, 184 subestações unitárias de 690V/34.5kV, 104 KM de redes coletoras 34,5kV, além de 77,5 KM de linha de transmissão 69Kv.

As torres têm a altura equivalente a 18 andares e, quando giram, as pás do catavento chegam a quase 30, equivalente a 120 metros de altura. Só passando ao lado de uma torre para se ter ideia da dimensão. É gigantesco!

Localização:

Está instalado na Serra da Mangabeira. Há turbinas em Caetité, Brotas de Macaúbas, Novo Horizonte, Guanambi, Igaporã e Seabra.

Custo mensal para o POVO:

Foi um investimento bilionário, que custa mais de R$ 33, 5 milhões por mês ao Governo, sem nenhuma condição de levar energia a milhares de lares, comércio, indústria e cidades baianas. Os parques que produzem energia a partir do vento estão prontos – e parados.

Só funcionou na propaganda do Governo:

Para variar, o Governo da Bahia gastou milhões em propaganda anunciando o parque para enganar vocês, mas o que se viu até agora foi descaso com o dinheiro público. O maior complexo eólico da América Latina está com todas as torres estão paradas. A energia do local poderia abastecer uma cidade com quase 3 milhões de habitantes.

Imagens do parque:

Nas fotos que tirei na estrada dá para se ter um pouco a ideia da dimensão do parque.

Um absurdo, né?

Nos próximos dias (quando retornar de Barreiras) vou escrever um artigo sobre o assunto, com abordagem jurídica e mais detalhes técnicos do investimento.

Ah, vou procurar informações com a Renova Energia sobre possibilidade de visita ao parque para mostrar mais detalhes do investimento para vocês, ok?

E não esqueçam que essa semana viajo para Barreiras (na organização do 2º Encontro Bahia do Futuro) e nas redes sociais vocês poderão acompanhar em tempo real as fotos e detalhes da viagem. Acompanhe: FacebookTwitter e Instagram

 Bj, bj.