» Moradores de rua em estado de alerta - Daniele Barreto
07
abril
2013
Moradores de rua em estado de alerta

MORADORES DE RUA ASSASSINADOS (2)

Na noite passada, um homem e uma criança foram espancados até a morte enquanto dormiam. Critério de escolha dos assassinos: as vítimas eram moradores de rua, em Goiânia (somando-se a mais 24 mortos da mesma forma e pelo mesmo motivo). 

Na manhã desse sábado, o Brasil acordou, mas não enxergou esses dois corpos porque só vê em sua frente Joelmas, Felicianos, Jeans Willys e Danielas – que, ao que parece, são merecedores de todas as mais acaloradas defesas ( feitas, na maioria das vezes, por gente que se identifica com uns ou com outros – escolha baseada em critérios pessoais). 

E quem se identifica com os moradores de rua mortos? E quem admira crianças que vivem entregues à própria sorte (drogas, sexo e exploração) e que, num minuto de descuido, quando se permitem o luxo de DORMIR, morrem assassinadas? 

É um Brasil que ninguém se identifica, porque não tem identidade: uma religião específica, uma profissão específica, uma sexualidade específica (homo ou hetero)! Isso por que, na nossa sociedade, para ser um IGUAL, vc tem que que ter um grupo – de preferência, bem representado no Congresso Nacional ou no meio artístico. Caso contrário vc estará sozinho, entregue a sua solitária força. 

E se vc estiver nessa situação, os 26 seres humanos sem identidade assassinados deixam-no uma lição: NÃO DURMA!